ANTT_Teste

Ouvidoria

1 - A Ouvidoria pode defender-me na Justiça?
  • Não. O papel da Ouvidoria é apenas o de orientar o cidadão quanto a seus direitos, nosso atendimento não equivale e nem pretende substituir uma consultoria jurídica.

     

2 - A Ouvidoria resolve qualquer assunto?
  •  A Ouvidoria da ANTT consegue responder a maior parte dos pedidos de informação apresentados pelos cidadãos-usuários. No entanto, as questões que dependem de análise técnica, como dúvidas mais complexas ou reclamações, sempre são encaminhadas ao setor competente para análise e resposta. Quando a manifestação trata de assunto que foge à competência da ANTT, os atendentes orientam o cidadão, se possível, sobre o órgão responsável para acolher aquela demanda.

3 - A Ouvidoria trata dos assuntos relativos à Agência Nacional de Transportes Terrestres. Quais são eles?
  • Constituem a esfera de atuação da ANTT:

    I - o transporte ferroviário de passageiros e cargas ao longo do Sistema Nacional de Viação;
    II - a exploração da infra-estrutura ferroviária e o arrendamento dos ativos operacionais correspondentes;
    III - o transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros;
    IV - o transporte rodoviário de cargas;
    V - a exploração da infra-estrutura rodoviária federal;
    VI - o transporte multimodal;
    VII - o transporte de cargas especiais e perigosas em rodovias e ferrovias.

    Caso deseje conhecer mais detalhadamente as atribuições da ANTT, recomendamos a leitura da Lei nº 10.233/2001, que criou a ANTT, e da Resolução ANTT nº 3000/2009, que aprovou o Regimento Interno e a Estrutura Organizacional da Agência. As duas normas estão disponíveis no site da ANTT.

4 - Como devo proceder para efetuar uma denúncia?
  • Todos os canais de atendimento da Ouvidoria estão aptos para o recebimento de denúncias afetas à esfera de atuação da ANTT. Procure descrever sua denúncia de forma clara, simples e objetiva. O ideal é que a Ouvidoria receba um relato completo do assunto como indicação de locais, datas, nomes, documentos comprobatórios, bem como tudo o que possa servir de subsídios para viabilizar a análise do caso. Não é preciso se identificar, a denúncia anônima é aceita e processada, mas não se constitui prova ou indício isolado suficiente para obrigar investigação. As denúncias relativas à conduta de servidores da ANTT são encaminhadas à Corregedoria da Agência.

     

5 - Em quanto tempo receberei minha resposta?
  • Procuramos agir o mais rápido possível, no entanto, questões complexas que demandam análise ou atuação de outros setores da ANTT podem levar mais tempo para serem respondidas. O interessado pode consultar o andamento de sua manifestação no site da ANTT, na página da Ouvidoria, bastando para isso estar de posse do número de protocolo e senha que lhe foram fornecidos no ato do atendimento. Tenha a certeza de que a Ouvidoria acompanhará o andamento da solicitação até que haja resposta.

     

6 - Para entrar em contato com a Ouvidoria é necessário me identificar?
  •  Não. A opção é sua. Todavia, no caso de manifestações anônimas, em que também não são registrados meios de contato, o interessado deverá consultar sua resposta no site da ANTT, com o protocolo e senha que lhe forem fornecidos no ato do atendimento.

7 - Para que serve o número de protocolo e senha que sempre me são fornecidos quando entro em contato com a Ouvidoria da ANTT?
  • O registro de cada manifestação no banco de dados da Ouvidoria gera automaticamente um protocolo e uma senha, que podem ser utilizados pelo cidadão para consultar o andamento de sua solicitação pelo site da ANTT. Se o interessado realizar um novo contato com a central de atendimento, o atendente poderá solicitar o número do protocolo para verificar o andamento da demanda.

     

8 - Por que o atendente da Ouvidoria solicita meus dados pessoais quando entro em contato pelo telefone 166? Sou obrigado a fornecê-los?
  • O cidadão não é obrigado a fornecer seus dados pessoais para registrar uma manifestação pelo telefone 166. No entanto, o atendente solicita tais informações para facilitar a rápida identificação do cidadão por meio de pesquisa no banco de dados, quando houver necessidade. Por exemplo, em um novo contato telefônico, não será mais necessário solicitar todos os dados e o atendimento será muito mais rápido. Outra possibilidade é a Ouvidoria entrar em contato com o interessado para lhe prestar mais esclarecimentos ou atualizá-lo, quando for o caso, sobre eventuais mudanças normativas.

     

9 - Qual o destino da documentação física encaminhada pelo cidadão à Ouvidoria?
  • Os documentos eventualmente encaminhados quando do registro de uma manifestação pelo cidadão são digitalizados e incluídos no banco de dados da Ouvidoria.

     

10 - Qualquer servidor da ANTT pode utilizar a Ouvidoria Interna?
  • Sim, a Ouvidoria Interna acolhe manifestações de todos os servidores da Agência, por exemplo, concursados, cedidos, ocupantes de cargos comissionados, terceirizados e estagiários.

     

11 - Quem pode falar com a Ouvidoria? Os estrangeiros também podem registrar manifestações?
  • Qualquer pessoa, brasileira ou estrangeira, pode apresentar à Ouvidoria da ANTT suas manifestações sobre assuntos relacionados à Agência Nacional de Transportes Terrestres. Ressaltamos, porém, que o telefone 166 não recebe chamadas internacionais. Para as pessoas que estão fora do território nacional e precisam entrar em contato com a Ouvidoria, disponibilizamos no site da ANTT o formulário eletrônico “FALE CONOSCO” e o atendimento online (chat) no idioma português.

12 - testevivi
  • testevivi